Canal 180

180 é um canal que é dedicado unicamente á cultura e á criatividade. O nome não tem simbolismo nenhum a não ser, ser o 180.º canal da grelha. É o primeiro canal aplicado somente á cultura, aposta essencialmente em “agregação” de documentários, videoclips, concertos e numa espécie de jornal cultura, do grafitti á música clássica o canal tem de tudo um pouco.
            Se gostas de andar bem informado, de viagem, de qualificados, de artistas, cinéfilos, melómanos e aprecias a arte não percas, Canal 180 da ZON, das 20h00 às 02h00, a partir de 25 de Abril.

das 20h00 ás 02h00

Frank Gehry

Frank Owen Gehry nasceu em Ephraim Owen Goldberg, Toronto. É uma arquitecto canadiano que ganhou o prémio Pritzker Prize, que é do género do prémio Nobel da arquitectura.

Frank tem um estilo muito próprio, a sua arquitectura é repleta de curvas e geralmente em metal, os seus projectos tornaram-se grandes atracções turísticas e estão em diferentes cantos do mundo. O seu projecto mais famoso é o Museu Guggenheim Bilbao, em Bilbao, Espanha.

Alguns dos seus trabalhos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

visitei o trabalho dele é realmente expectacular, podem visitar o site dele deixo-vos o link:

http://www.foga.com/ , Divirtam-se!

Ilustrador Português

Da pesquisa que efectuei sobre o meu ilustrador não há grandes referências sobre a vida do ilustrador. Mário Belém vive actualmente em Lisboa,  tem 32 anos e é um possivelmente o melhor Ilustrador Freelancer, Pintor digital e Designer português, trabalha também nas áreas de Web Design, Flyer Design, Icons, BD, Cartoon, Interfaces de jogos, e-cards, etc. Faz ainda parte de um grande projecto o thestudio que é uma agência de publicidade, ou por outras palavras mais concretas,  é um atelier de comunicação que se especializa em criar imagens de impacto.

Formou-se através de cursos de designer em Portugal e iniciou-se como freelancer em Dezembro de 2003. Contudo tem aqui o site dele e lá podem encontrar um diversidade de trabalhos feitos por ele.

Acho que este ilustrador possui um talento acima da média e gostei realmente do seu trabalho.

Deixo-vos aqui alguns dos trabalhos juntamente com o site, apreciem:

http://www.mariobelem.com/

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dentre outros ilustradores também gostei bastante de: Sara Franco; etc

Ilustrador Estrangueiro

Justin Maller é um ilustrador freelancer Australiano e também director criativo da DepthCore Collective (organização com o objectivo de divulgar novos artistas) para mim é um ilustrador que tem trabalhos realmente espectaculares, fiquei impressionada com alguns dos seus trabalhos.

É representado por Jeremy Wortsman, autor do Jacky Winter Group, um grupo dos melhores ilustradores contemporâneos Australianos. E tal como o meu ilustrador português não encontro mais referências sobre este ilustrador.

Mais sobre Justin Maller:

http://www.justinmaller.com/showcase.html

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vejam também este video dos trabalhos dele que é bastante interessante:

Ponto de Fuga

O ponto de fuga é o transporte da tridimensionalidade para o papel, ou seja, uma aproximação da realidade feita num espaço bidimensional. Tudo isto já vem da época dos povos gregos, que já tinham uma noção de perspectiva que foi aprofundada e revelada no período do Renascimento.

Desde que começamos a trabalhar com o diário gráfico este ano em desenho, em que eu vi trabalhos espectaculares com pontos de fuga, o que me despertou bastante interesse.

Comecei com algumas brincadeiras, tudo muito simples e básico.

Depois fui avançando para perspectivas com dois pontos de fuga, já mais trabalhadas.

 

Até que entrei nas perspectivas com três pontos de fuga e nas imaginárias.

Experiência Inkscape

Exploração essencialmente da ferramenta: desenhar linhas á mão-livre.

Os meus primeiros contactos com o inkscape 🙂

Hello world!


Escolhi artes, porque ? Porque além de ter uma paixão é o meu segundo mundo, onde desenho e volto a redesenhar o meu espaço da maneira que eu quero, como eu quero. É o meu refúgio quando estou triste e a minha alma quando estou contente, a Arte é mais do que um simples riscar numa folha vazia é dar vida á linha, é dar sentimento ao papel, é senti-lá e fazer o outro sentir também, …

“A arte foi feita para ser sentida e não para ser compreendida.”

Remy de Gourmont


"Todo o grande artista amolda a arte à sua imagem."